Skip to content

Micro Bacia Mogi-Guaçu

Liga

XLigaNereu

Diário de Bordo da Liga

https://www.instagram.com/xliganereu/

Município

Sertãozinho

Bairros, Comunidades ou Cidades da Microbacia

A bacia hidrográfica do rio Mogi-guaçu compreende uma área de 14 463 quilômetros quadrados em quarenta municípios, com uma população de um milhão e meio de pessoas, em dois estados (São Paulo e Minas Gerais). O rio atravessa zonas urbanas das cidades de Mogi Guaçu, Porto Ferreira, o distrito de Cachoeira de Emas em Pirassununga, Taquari Ponte em Leme e zona rural de Santa Rita do Passa Quatro. Na sequência, passa pelo norte do município de Descalvado, posteriormente a nordeste e norte do município de São Carlos, prosseguindo em direção a Guatapará e Barrinha.
O rio Pardo é um afluente do rio Grande, que, ao se juntar com o rio Paranaíba, forma o rio Paraná. Na cidade de Mogi Guaçu, o rio tem 50 metros de largura e, em trechos na cidade de Pontal, pouco antes de se unir ao rio Pardo, chega a ter 350 metros de largura (de margem a margem). Quando o Mojiguaçu e o Pardo se unem, em Bico do Pontal, ficam com duas cores diferentes devido à cor mais clara do Mojiguaçu e à mais escura do rio Pardo, semelhante ao que acontece no encontro dos rios Solimões e Negro. E em nossa comunidade perpassa o Corrégo da Pimentas que deságua no Pardo.

Maravilhas da Bacia Hidrográfica

Apesar da bacia ser classificada como industrial, tendo destaque para agroindústria, óleos vegetais e bebidas, frigoríficos e indústria de papel e celulose, existem diverson ranchos aos arredores do rio Parde probiciando pesca e diversão aos moradores e visitante. No turismo, predominam seis estâncias hidrominerais. A região apresenta 10,5% de cobertura vegetal.

Desafios da Bacia Hidrográfica

O desafio é evitar a sua poluição ficando de olho no lixo jogado nas margens e evitar o despejo de dejetos industriais.